Pular para o conteúdo

Receita de Biscoito de Polvilho: Delicioso e Fácil de Preparar

  • Salgados

Ingredientes:

  • 500g de polvilho azedo
  • 250ml de água
  • 100ml de óleo vegetal
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá de sal

Modo de Preparo:

  1. Em uma panela, ferva a água e o óleo.
  2. Em uma tigela grande, coloque o polvilho azedo e adicione a mistura fervente. Mexa bem até obter uma massa homogênea.
  3. Deixe a massa esfriar por alguns minutos.
  4. Em seguida, adicione os ovos e o sal à massa. Misture até que todos os ingredientes estejam bem incorporados.
  5. Preaqueça o forno a 180°C.
  6. Com as mãos, modele pequenas bolinhas com a massa e coloque-as em uma assadeira untada.
  7. Leve ao forno por aproximadamente 20 minutos, ou até que os biscoitos fiquem dourados.
  8. Retire do forno e deixe esfriar antes de servir.

Essa receita rende cerca de 40 biscoitos de polvilho. Eles são perfeitos para acompanhar um café fresquinho ou um chá da tarde. Experimente essa delícia e surpreenda sua família e amigos com um petisco caseiro e saboroso!

Conheça a história do biscoito de polvilho.

O biscoito de polvilho é uma iguaria popular na culinária brasileira, especialmente nas regiões do Brasil Central e Nordeste. Sua história tem raízes históricas e culturais interessantes.

  1. Origens Indígenas: O biscoito de polvilho tem suas raízes nas tradições culinárias indígenas do Brasil. Os povos indígenas já faziam uso da mandioca, a raiz da qual é extraído o polvilho, há séculos. Eles desenvolveram técnicas de processamento da mandioca para obter farinha e polvilho, que eram ingredientes fundamentais em suas dietas.
  2. Influência Portuguesa: Com a colonização do Brasil pelos portugueses, houve uma fusão das tradições culinárias indígenas e europeias. Os colonizadores adotaram a mandioca na sua alimentação, que também era um alimento tradicional em muitas regiões de Portugal e outras colônias do Império Português.
  3. Transformação na Era Colonial: Durante o período colonial, os colonos começaram a aprimorar as técnicas de processamento da mandioca. A mandioca era ralada, espremida para retirar o líquido tóxico e, em seguida, transformada em farinha de mandioca e polvilho. Esses ingredientes eram usados para fazer diversos pratos, incluindo o biscoito de polvilho.
  4. Biscoito de Polvilho na Atualidade: O biscoito de polvilho tornou-se popular no Brasil como um lanche crocante e sem glúten. Tradicionalmente, ele é feito de polvilho azedo, sal e água, mas também podem ser adicionados ingredientes como queijo ou ervas para dar sabor extra.

Hoje, o biscoito de polvilho é amplamente apreciado em todo o Brasil e é um petisco característico de festas juninas, bem como um lanche para ser desfrutado a qualquer momento. Sua história remonta a séculos, refletindo a influência de diferentes culturas e a rica herança culinária do Brasil. Além disso, o biscoito de polvilho é uma opção popular para pessoas que buscam alimentos sem glúten.

Conheça também nossa receita de coxinha tradicional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *